A AIC realizou, em 2010 e 2011, com o patrocínio da Vale, via recursos da Lei Federal de Incentivo à Cultura, o Festival Estação da Música Jovem. A iniciativa objetivou valorizar, difundir e premiar o trabalho de jovens músicos de cidades do interior de Minas e do Espírito Santo. A abrangência do projeto envolveu diversos municípios relacionados à Estrada de Ferro Vitória a Minas e várias atividades foram realizadas nas estações de trem – daí o nome do projeto.

Um trabalho de identificação, valorização e fortalecimento da atuação dos artistas do campo da música e da produção musical foi empreendido nas localidades de abrangência. O festival promoveu encontros de sensibilização envolvendo o poder público, ONGs e empresas, nos quais se discutiu a importância da atuação dos jovens na promoção do desenvolvimento cultural e social dos municípios. Foi desenvolvido, ainda, um amplo programa de formação, com dezenas de oficinas de gestão e sustentabilidade de projetos culturais (atividades gratuitas oferecidas aos artistas e realizadores da área).

público

Em duas edições, o festival chegou às seguintes cidades mineiras: Aimorés, Barão de Cocais, Coronel Fabriciano, Governador Valadares, Ipatinga, Itabira, Resplendor, Santa Bárbara e Timóteo. No Espírito Santo, abrangeu Baixo Guandu e Colatina. As apresentações musicais das diversas etapas de seleção do festival reuniram mais de oito mil pessoas nas estações de trem e redondezas.

AÇÕES REALIZADAS

Confira a seguir as principais ações empreendidas.

FESTIVAL COM JOVENS MÚSICOS

Festival competitivo de música envolvendo jovens artistas de 11 cidades de MG e do ES. Shows musicais em todas as cidades participantes.

FORMAÇÃO E ARTICULAÇÃO CULTURAL

Eventos de articulação no circuito de municípios do festival. Formações de agentes culturais em todas as localidades contempladas.

parcerias do projeto

Vale

galeria

produções