Nascemos de um projeto de extensão da Universidade Federal de Minas Gerais, realizado de 1993 a 1996: a TV Sala de Espera. Da experiência – uma TV comunitária que tratava de qualidade de vida e cidadania – veio o propósito que nos levou a criar a instituição: promover o acesso público à comunicação. Nosso nome original destacava essa missão: Associação Imagem Comunitária – Grupo de Pesquisa e Experimentação em Mídias de Acesso Público.

Ao longo de uma trajetória de quase três décadas, a promoção do direito à comunicação conectou a AIC a variadas outras causas de interesse público e a inúmeras mobilizações. Além disso, nosso grupo cresceu e se diversificou. Centenas de pessoas já atuaram nos projetos realizados pela entidade. Milhares de pessoas e centenas de grupos, coletivos e entidades de promoção da cidadania, além de organizações públicas e da iniciativa privada, também se tornaram parte dos fazeres e dos saberes de nossa entidade.

Dessa forma, a AIC foi se transformando. Desenvolvimento humano e educação se tornaram áreas de interesse direto das ações realizadas. A atuação em comunicação, originalmente muito relacionada à produção midiática, passou a envolver um trabalho também voltado ao fortalecimento da comunicação estratégica das iniciativas comunitárias e pró direitos humanos.

Em 2020, esse processo de transformações culmina em uma nova identidade, que mantém, atualiza ao contexto contemporâneo e amplia a vocação da AIC. Nascemos para promover o acesso público à comunicação. Hoje, afirmamos que nosso papel é promover o acesso público às mais variadas oportunidades de construção da cidadania.

Para expressar isso de forma contundente, achamos importante recriar nosso próprio nome. Assim, agora somos AIC – Agência de Iniciativas Cidadãs. Nas três novas palavras escolhidas para nos nomear, expressamos nosso propósito institucional. Somos uma instituição que articula, constrói e fortalece ações voltadas à promoção da cidadania.

Missão

Realizar ações que gerem diálogos significativos e colaboração entre os mais variados sujeitos, atuando de modo criativo e transformador pela promoção do desenvolvimento humano.

Valores

Os conceitos que norteiam nossa ação cotidiana.

Cidadania

Diálogo

Cooperação

Afeto

Criatividade

Princípios Metodológicos

Os alicerces das nossas tecnologias sociais.

Interação

Colaboração

Invenção

Experimentação

Democratização

Compartilhe a gente por aí!