Na AIC, a mobilização social é pilar para a construção de propostas e soluções colaborativas face aos problemas que afetam comunidades e coletividades.

Ao longo das quase três décadas de atuação em prol do desenvolvimento humano e social, experimentamos e desenvolvemos estratégias, metodologias e ferramentas de diálogo interativas e de fácil apropriação por agentes diversos. Desse modo, possibilitamos que todos os públicos, independentemente da faixa etária, situação socioeconômica ou nível de instrução educacional, possam discutir, produzir conhecimentos e agir coletivamente para incidir em questões de interesse público.

O objetivo, com isso, é promover a participação democrática, impulsionar o desenvolvimento sustentável e gerar pertencimento, engajamento e corresponsabilização comunitária no desenvolvimento das iniciativas sociais implementadas.

Sendo um pilar estruturante em nossas ações, acumulamos experiências de mobilização social em projetos de naturezas diversas: culturais, de promoção de direitos ou pelo desenvolvimento local sustentável, para citar apenas alguns exemplos. Confira abaixo alguns deles, dentre dezenas de outras iniciativas já realizadas na área.

Comunicação para mobilização social

Estratégia de diversificadas ações da AIC, a comunicação para mobilização social busca sensibilizar e convocar diversos públicos a se identificarem e se mobilizarem por causas de interesse coletivo. Em nossa atuação, ela é promovida por meio de formações, assessorias técnicas, construção colaborativa de ações comunicativas, entre outras possibilidades.

Ações

Em todo o país

4 mil

PESSOAS CONSTITUÍRAM NOSSO PÚBLICO DIRETO NO ÚLTIMO ANO.

334 mil

PESSOAS FORAM ATINGIDAS INDIRETAMENTE NO ÚLTIMO ANO.

Parcerias construídas na área

Métodos e saberes mobilizados

Palavra conjunta

Como é trabalhar junto da AIC?

Márcio Simeone Henriques

Departamento de Comunicação Social - UFMG | Grupo de Pesquisa em Comunicação, Mobilização Social e Opinião Pública (MOBILIZA)

É um grande prazer trabalhar com a AIC. Na Universidade Federal de Minas Gerais, constituímos uma parceria, que já dura muitos anos, na realização de projetos de extensão e de ensino, integrados às nossas pesquisas, e de constante reflexão e aprimoramento. Isso é feito de forma colaborativa, envolvendo sempre grupos comunitários, coletivos, projetos sociais. A dedicação e o profissionalismo das equipes da AIC, a expertise acumulada ao longo dos anos e a visão profundamente social e inclusiva se juntam à criatividade, à abertura para a inovação e à acolhida sempre afetuosa. A energia sempre renovada das juventudes completa tudo isso, tornando a comunicação um processo central de geração de autonomia, produção de conhecimento e promoção de mudanças.

Juarez Dayrell

Faculdade de Educação - UFMG | Observatório da Juventude

Conheço a AIC desde o seu nascimento, mas a gente vem trabalhando em parceria desde o final dos anos 1990, principalmente quando atuamos juntos no Centro Cultural UFMG. Desde então, vimos construindo uma parceria muito frutífera, em que a gente apoia e é apoiado pela AIC, que ao longo desses anos todos demonstrou sempre uma coerência impressionante, um trabalho totalmente voltado para a comunicação comunitária, num apoio forte e muito presente aos movimentos sociais e, em especial, aos movimentos juvenis. Sempre que precisamos, tivemos as portas abertas, numa atuação muito parceira, acolhedora e fraterna. Isso faz com que a AIC se constitua como uma das ONGs que eu mais respeito em Belo Horizonte. Que tenha vida longa e que continue com essa presteza, apoio e contribuição de fato para a luta contra as desigualdades sociais e pela superação das injustiças sociais. Contamos sempre com vocês para que sigamos nessa luta juntos. Beijos a todos!

Mariana Pedroza

Fundação Vale

A Fundação Vale e a AIC têm uma parceria de anos na execução de projetos sociais em Educação. Ao longo dessa nossa trajetória, a equipe da AIC vem promovendo trocas potentes e propostas qualificadas aos desafios que encontramos nos municípios em que atuamos. Cada projeto conta a nossa história, e a AIC é parte dela!

Lucas Evencio

PlugMinas | Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais

A AIC tem um trabalho muito bom. Há uma integração entre os propósitos de atuação importantes, que facilita no diálogo com as equipes e o surgimento de novas propostas e ideias. A AIC é uma instituição com alto potencial agregador, que se dispõe às mudanças necessárias e se adapta às realidades diversas, sem abrir mão de seus valores e ideais.

Ana Cunha

Kinross Paracatu

Realizar trabalhos de desenvolvimento territorial, como o Integrar Educação e o Integrar contra Covid, em territórios de mineração, com parceiros como a AIC, que compartilham de valores e propósitos muito alinhados aos nossos, é mais que uma parceria, é um encontro que nos motiva ainda mais nessa construção de um amanhã mais solidário, responsável e sustentável.

Madu Santos

Associação Cultural Odum Orixás | Kitandu

Essa parceria com a AIC nos diz muito do que a gente busca nas estradas e ladeiras que percorremos. Além da integridade de todas as pessoas que ali trabalham, tem também seriedade, carinho e zelo que nos é dado — não só enquanto associação cultural, mas também enquanto pessoa, nas minhas várias etapas de vida. É um grupo que valoriza vidas, com o qual é sempre possível contar. Fico muito feliz e muito honrada de ver as transformações. Sucesso! Desejo longa caminhada para a AIC! Grande abraço!

Rogério Coelho

Coletivoz Sarau de Periferia | Slam Clube da Luta

A minha ligação com a AIC vem desde muito tempo. O Coletivoz participou da Agência de Comunicação Solidária em 2009, o que nos ajudou bastante a entender sobre a comunicação do coletivo nas periferias. Foi muito importante pra gente descobrir estratégias e mecanismos que funcionam mais do que as mídias convencionais. É muito especial esse apoio estratégico da AIC… Também a ligação com o Programa Rede Jovem de Cidadania foi fundamental na difusão do Coletivoz. Além disso, há a conexão com vários outros coletivos que a gente foi conhecendo ao longo do tempo por intermédio da AIC e isso foi se fortalecendo. Estivemos juntos também no Plug Minas. São inúmeras ações em parceria, sempre com trocas muito boas e frutíferas. A AIC está sempre de portas abertas e nossa relação é de muito afeto.

Alga Marina

Fórum das Juventudes da Grande BH

Recebemos o convite para falar sobre a parceria do Fórum das Juventudes com a AIC e nos atrasamos para entregar o depoimento. Mas isso nada tem a ver com falta de consideração. É que nós moramos com a AIC e a convivência gera uma intimidade que permite que a gente cometa certas falhas. Enfim, graças à paciência de nossa parceira, enviamos nosso relato. Não há nada melhor para dizer da AIC do que isso: parceria intensa, afeto e solidariedade. Somos grates e sabemos da grande importância dela para o nosso trabalho e para a cidade.

Carla Vimercate

Fundação Vale

A Fundação Vale trabalha com a AIC desde 2016 com projetos na área de Educação, envolvendo diversas temáticas, como educação inclusiva, mobilização comunitária e oficinas de TICs. Durante todo esse tempo, tivemos a oportunidade de trabalhar em dez municípios, em três estados diferentes, levando formação para diversos profissionais e jovens. A AIC é um parceiro que está sempre aberto a novos desafios e é flexível às mudanças que aparecem no caminho. É sempre um prazer poder trabalhar e trocar com essa equipe!

Avelin Buniacá Kambiwá

Comitê Mineiro de Apoio às Causas Indígenas

Trabalhar com a AIC, pra mim, enquanto mulher indígena, e pra nós, enquanto coletivo de pessoas indígenas e não indígenas, é como se a gente tivesse conseguido aumentar o nosso batalhão de resistência de guerreiros e guerreiras com uma força que não dá pra contar. A gente não domina as ferramentas da comunicação, do audiovisual e do design, mas é uma forma de comunicação que atinge e que a gente precisa ter. Vem da época das invasões essas coisa muito desigual, né? Do lado de quem quer nos destruir, tem armas de fogo e de destruição em massa, e a gente com arco e flecha, lança e os nossos maracás. Então, quando a gente reza e pede reforços, a AIC vem como um reforço, porque a gente precisa romper essa barreira da comunicação e se fazer ouvir, chegar. E a AIC faz esse caminho de ponte entre a nossa linguagem e a nossa forma de ver o mundo e a comunicação que chega até as pessoas do lado de lá, justamente para chamá-las pra somar também. Então eu acredito que é como se viessem outros povos de outros lugares falando: “Nós estamos lutando junto e vamos fortalecer também”. Essa é a minha sensação. Kuekaturete! Erecatu! [Muito obrigada! Avante!]

Deseja criar conosco? Mande uma mensagem!

via e-mail

aic@aic.org.br

via telefone

(31) 3217-7600